Quarta-feira, Maio 8, 2024
InícioSAÚDEJá tomou todas as suas doses de vacina contra covid?

Já tomou todas as suas doses de vacina contra covid?

“A cepa predominante tem menor letalidade, mas maior potencial de transmissão. Por isso a importância tão grande do reforço da vacina”Grasiela Araújo da Silva, diretora do Lacen-DF

O mais recente sequenciamento genômico de amostras de exames de covid-19 realizado no Distrito Federal apontou que 100% das pessoas estavam infectadas pela subvariante BA.2 ômicron do coronavírus Sars-CoV-2. O dado foi apresentado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen-DF), da Secretaria de Saúde (SES), que analisa amostras de acordo com os critérios da vigilância epidemiológica.

“A cepa predominante tem menor letalidade, mas maior potencial de transmissão. Por isso a importância tão grande do reforço da vacina”, afirmou a diretora do Lacen-DF, Grasiela Araújo da Silva. A variante ômicron passou a ser predominante no DF desde janeiro de 2022, superando a delta.

Desde fevereiro de 2021, o Lacen-DF atua no sequenciamento genômico para identificar novas variantes do Sars-CoV-2. Antes era necessário enviar as amostras ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, com espera de semanas para receber os resultados. Agora, a própria unidade da SES elabora as análises necessárias para a avaliação epidemiológica.

Dose de reforço

O Distrito Federal já aplicou mais de 6,4 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 na população a partir de 5 anos. O alerta para o momento é para a dose de reforço: menos da metade da população com até 39 anos voltou aos postos de saúde para reforçar a imunização.

O alerta para o momento é para a dose de reforço: menos da metade da população com até 39 anos voltou aos postos de saúde para reforçar a imunização

A dose de reforço está disponível para todas as pessoas com mais de 12 anos que tenham recebido a segunda dose há pelo menos quatro meses. Já quem tomou a Janssen deve comparecer a um local de vacinação após dois meses da última imunização.

A segunda dose de reforço (quarta dose) também está com procura abaixo do esperado. Já liberada para pessoas acima dos 50 anos, só foi recebida até agora por 56,9% dos maiores de 80 anos, 49,5% dos que tem idade entre 70 e 79 anos e 29% dos que compõem a faixa etária de 60 a 69 anos.

Profissionais de saúde também já podem receber a segunda dose de reforço. Basta cumprir o intervalo de quatro meses do primeiro reforço, prazo válido inclusive para quem recebeu o imunizante da Janssen.

Confira aqui a lista dos locais e as orientações.

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES