Quarta-feira, Maio 8, 2024
InícioDestaquesRenovaDF e Qualifica DF vão oferecer 45 mil vagas de capacitação em...

RenovaDF e Qualifica DF vão oferecer 45 mil vagas de capacitação em 2023

Por Ian Ferraz

Trabalhadores em busca de qualificação profissional vão ter mais de 45 mil oportunidades para aprimorar os conhecimentos por meio de dois programas de governo que serão mantidos: o RenovaDF e o Qualifica DF. As vagas dizem respeito ao que será ofertado já em 2023 pela Secretaria de Trabalho (Setrab), mas a marca será ampliada com outras iniciativas e programas da pasta.

“É um pacote de aproximadamente 45 mil vagas. O RenovaDF continua a todo vapor, com uma programação pronta a partir de janeiro, e a previsão de mais de 9 mil vagas para o ano que vem. O Qualifica DF será dividido em duas partes, o presencial e o presencial móvel – onde levaremos os cursos de qualificação para áreas onde não há estrutura física de sala de aula, com a presença de carretas. Serão mais de 24 mil vagas no presencial e mais de 9 mil nas carretas”, detalha o secretário de Trabalho, Thales Mendes.

Lançado em maio de 2021, o RenovaDF é um programa de qualificação intermediado pela Secretaria de Trabalho em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal (Senai-DF) e que tem como objetivo recuperar espaços públicos e qualificar profissionais no ramo da construção civil e da jardinagem. Até o momento, cerca de 10 mil pessoas passaram pelo programa e 1.100 equipamentos públicos foram recuperados em todo o DF.

Já o Qualifica DF tem dezenas de cursos voltados para vendas, indústria, agronegócio, serviços de saúde e outros. Este ano, capacitou 25 mil pessoas.

“Isso é uma política de desenvolvimento econômico da nossa cidade. Estamos montando um grande pacote de qualificação profissional em interlocução com o setor produtivo na perspectiva de geração de emprego e renda. Procuramos produzir um profissional que o mercado consiga absorver, então observamos as tendências de crescimento em determinadas áreas e preparamos esses profissionais”, afirma o secretário de Trabalho.

Assim como ocorreu na primeira gestão do governo Ibaneis Rocha, o público-alvo dos programas de qualificação será a população vulnerável, que, aos poucos, tem sido realocada no mercado de trabalho.

 

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES