Terça-feira, Maio 7, 2024
InícioSAÚDESAMU-DF: Frota de 21 novas ambulâncias seguradas começa a rodar nesta terça...

SAMU-DF: Frota de 21 novas ambulâncias seguradas começa a rodar nesta terça (29)

A partir da noite desta terça-feira (29), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Distrito Federal terá sua frota reforçada com a entrada em serviço de 21 ambulâncias novas, doadas pelo Ministério da Saúde. A operação de toda a frota será possível graças ao contrato emergencial de seguro firmado pela Secretaria de Saúde (SES), conforme publicação prevista para a edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

“Este é um contrato emergencial, assinado com o objetivo de colocar essas ambulâncias na rua”Lucilene Florêncio, secretária de Saúde

 

“Fizemos um grande empenho para ter logo esse contrato e garantir uma operação segura e adequada para esses veículos, que vão fazer grande diferença no atendimento à população”, afirma a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio. No valor de R$ 478 mil (prêmio e franquia), o contrato será válido por seis meses. “Este é um contrato emergencial, assinado com o objetivo de colocar essas ambulâncias na rua. Trabalhamos também para firmar um contrato regular a fim de garantir a operação de toda a frota, com segurança e eficiência.”

O Samu conta com 38 ambulâncias cadastradas no DF. Os veículos circulam com servidores da SES e levam a bordo os equipamentos necessários para cada tipo de ocorrência. “Fazemos a configuração de cada veículo conforme o trabalho que será realizado, com suporte básico ou avançado de vida, incluindo equipamentos para atendimento a acidentes, transporte de pacientes e apoio a grandes incidentes ou eventos”, explica o diretor do Samu, Victor Arimatea.

Estrutura dos veículos

As ambulâncias são fabricadas pela Mercedes-Benz e possuem configuração básica para atendimento, incluindo uma maca biarticulada, cadeira de rodas, armários para acondicionamento de materiais, além das identificações visuais necessárias para o serviço.

“A disponibilidade de mais veículos vai permitir manter o atendimento integral do Samu à população e facilitar o transporte de pacientes entre hospitais, por exemplo, para um um leito de UTI”, explica o diretor-geral do Complexo Regulador em Saúde do Distrito Federal, Marcus Antonio Costa.

A unidade é responsável pelo acionamento de ambulâncias, de acordo com a avaliação de um médico regulador. O Samu também presta atendimento por meio de equipes de motolâncias e do serviço aeromédico, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF).

[xyz-ihs snippet=”PD-NAS-REDES”]

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES