Terça-feira, Julho 23, 2024
InícioDestaquesCLDF: Em sessão solene Jorge Vianna celebra 50 anos do HRT e...

CLDF: Em sessão solene Jorge Vianna celebra 50 anos do HRT e homenageia servidores que faleceram em fevereiro

Por Franci Moraes

A Câmara Legislativa do Distrito Federal comemorou os 50 anos do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) em sessão solene na manhã desta quinta-feira (29), com transmissão ao vivo pela TV Distrital (canal 9.3) e YouTube, e tradução simultânea em Libras.

O autor da homenagem, deputado Jorge Vianna (PSD), exaltou os profissionais de saúde do HRT, merecedores do “reconhecimento a quem promove a saúde”. Ele defendeu direitos e melhores condições de trabalho aos profissionais. O distrital relembrou momentos históricos da instituição, que comemora seu “jubileu de ouro”, e apresentou um vídeo mostrando o trabalho parlamentar de fiscalização e reforma das instalações do hospital, inclusive um novo estacionamento, mediante recursos oriundos de emendas parlamentares.

Minuto de silêncio

Durante a solenidade, foi feito um minuto de silêncio em homenagem aos profissionais do HRT que faleceram neste mês, Selma Cristina Maruno e Antônio Vianna, pai do deputado. Emocionado, Jorge Vianna narrou sua história de vida, que se entrelaça a do HRT. “Tenho um carinho especial pelo HRT, que transpassa as barreiras de uma unidade de saúde, porque aqui tem história e emoção”, disse.

Ao agradecer as homenagens, o diretor do HRT, José Henrique Alencar, considerou que o hospital é uma “família”. Ele salientou o trabalho do HRT na linha de frente no combate às doenças epidêmicas, como a dengue. “Precisamos unir forças”, afirmou. Do mesmo modo, o médico José Williams Oliveira, superintendente de saúde da região, mencionou a importância da união entre todos os profissionais do hospital, da equipe de limpeza à enfermagem.

Em nome da Secretaria de Saúde do DF, Thiago Martins cumprimentou e agradeceu aos profissionais e usuários do hospital, os quais, “ao longo desses cinquenta anos, construíram a história do HRT”. Ele destacou a capacidade de reinvenção do hospital, “importantíssimo na linha de cuidados” da rede de saúde.

Por outro lado, Josy Jacob, do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF), assinalou que a força de trabalho da saúde diminuiu enquanto as demandas aumentaram, tanto pelo aumento da população do DF quanto pelos contextos epidêmicos. Ela enalteceu o comprometimento dos servidores do Sistema Único de Saúde (SUS).

A necessidade de recomposição salarial e dos quadros de pessoal da saúde no DF foi reforçada pelo representante do Sindicato dos Médicos do DF, Carlos Fernando Silva, que citou as lutas das categorias de saúde por melhores condições de trabalho.

“Comemoramos os cinquenta anos do HRT no momento da dengue”, observou o presidente do Conselho Regional de Enfermagem do DF (Coren-DF), Elissandro Santos, que enfatizou a extrema dedicação dos profissionais na prestação dos serviços de saúde, especialmente no atual contexto. Também endossou o reconhecimento a todos os profissionais do HRT, inclusive aqueles da segurança, o assessor parlamentar do comando militar do Planalto, Luís Fernando Nóbrega.

Ainda durante o evento, que contou com apresentação da Banda Marcial do Exército e do músico Silvio César, foram entregues moções de louvor in memoriam a familiares dos servidores falecidos e a profissionais do HRT.

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES