Terça-feira, Julho 23, 2024
InícioSAÚDEExposição apresenta serviços do SAMU-DF e oferece capacitação

Exposição apresenta serviços do SAMU-DF e oferece capacitação

Como é uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) por dentro? Quando devemos ligar para 192 e pedir uma ambulância? É possível que qualquer pessoa, desde crianças até idosos, ajude a salvar vidas? A partir desta sexta-feira (1º), os curiosos podem visitar a Exposição da Independência, realizada pelo Ministério da Defesa com o apoio do governo do Distrito Federal (GDF). O evento ocorre até domingo (3), no estacionamento 13 do Parque da Cidade, com entrada gratuita, das 9h às 17h.

Estande do Samu na Exposição da Independência, que acontece até domingo (3) no estacionamento 13 do Parque da Cidade | Fotos: Humberto Leite/Agência Saúde-DF

No estande do Samu, é possível conhecer o interior de quatro modelos de viaturas do serviço: uma unidade de suporte básico, uma específica para eventos com múltiplas vítimas e o veículo destinado ao transporte de pacientes de até 385 kg, além das motolâncias, empregadas em atendimentos rápidos. Crianças, adolescentes, adultos e idosos também podem participar de instruções sobre procedimentos do que fazer para ajudar a salvar a vida de pessoas em parada cardiorrespiratória ou vítimas de engasgos.

“Nosso objetivo é sempre salvar vidas. Quando parte da população reconhece o agravo, faz o acionamento do Samu e inicia os primeiros socorros até a chegada da equipe de atendimento pré-hospitalar, é possível salvar mais pessoas”, afirma a enfermeira Melline Resende, coordenadora do projeto Samuzinho – iniciativa educacional de oficinas informativas em escolas, universidades e empresas.

Motolâncias do Samu são usadas para agilizar atendimentos em casos de urgência

Manequins e bonecos são usados para aproximar, ao máximo, as demonstrações da realidade. “As práticas são ensinadas em linguagem acessível ao público leigo para facilitar o ensino”, completa a gerente de atendimento pré-hospitalar móvel do Samu-DF, Vanessa da Rocha da Silva.

As estudantes Jéssica Beatriz Silva, Ana Luiza Miranda e Gabriela Guilherme, de 17 anos, foram umas das primeiras a visitar a exposição do Samu. “É uma experiência muito legal, porque tratam de situações que podem acontecer no cotidiano”, opina Gabriela. As amigas aprenderam a fazer massagem cardiorrespiratória e a controlarem o tempo do procedimento até a chegada de uma ambulância, além de se familiarizar com as manobras de desengasgo. “É muito importante. Vale demais o ensinamento caso seja necessário um dia”, pontua Jéssica.

As estudantes Gabriela Guilherme (esquerda), Ana Luiza Miranda (centro) e Jéssica Beatriz (direita) participaram da capacitação

A Secretaria de Saúde (SES-DF) também levou para a exposição um estande sobre a prevenção ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Conheça o Samuzinho

Desde 1997, o projeto Samuzinho já instruiu mais de 26 mil pessoas. O objetivo inicial era chegar a escolas públicas e privadas. Hoje, contudo, também são realizadas formações em universidades e empresas.

Os encontros acontecem às terças-feiras e todos os membros da equipe são servidores da SES-DF que, nos demais dias da semana, atuam diretamente nas unidades do Samu. Mais informações, incluindo o formulário para solicitar a instrução, estão disponíveis no site da secretaria.

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES