Quarta-feira, Maio 8, 2024
InícioSAÚDEIGESDF apresenta relatório de gestão de saúde à CLDF

IGESDF apresenta relatório de gestão de saúde à CLDF

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF) apresentou à Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), nesta segunda-feira (29), indicadores e metas referentes à prestação dos serviços à população. O IgesDF é responsável por Hospital de Base (HBDF), Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e todas as unidades de pronto atendimento (UPAs).

Com transmissão pelo canal da CLDF no YouTube, a audiência na Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle foi presidida pela deputada distrital Paula Belmonte e durou cerca de 3h30.

Há menos de dois meses como presidente do IgesDF, o médico Juracy Cavalcante Lacerda Júnior ressaltou a responsabilidade de apresentar o trabalho desenvolvido por cerca de 10 mil profissionais | Foto: Daividyson Damaceno/IgesDF

Belmonte abriu a audiência falando sobre a importância da transparência e desse momento histórico, já que, pela primeira vez, o Instituto estava na CLDF para prestar contas. “Quando nós estamos falando que vem aqui um presidente, não é a mim que o senhor está prestando contas, é à nossa sociedade, às pessoas que pagam impostos, às pessoas que utilizam o Sistema de Saúde”, disse. Também participaram da audiência os parlamentares Dayse Amarillo, Robério Negreiros, Daniel de Castro e Gabriel Magno.

“Agora é como se estivéssemos entrando em um novo tempo, um tempo de prestar contas do ano de 2022, de alinharmos a prestação de contas da Secretaria de Saúde com o IgesDF, em completa transparência e sintonia sobre o que a população precisa e o que estamos verdadeiramente entregando”Lucilene Florêncio, secretária de Saúde

O presidente do IgesDF, Juracy Cavalcante Lacerda Júnior, que está no cargo há menos de dois meses, agradeceu a oportunidade de dar mais transparência à atuação do IgesDF, “demonstrando ser uma marca desta gestão: prestar contas sobre o ano anterior, explicar sobre o modelo IgesDF, além de destacar ações de 2022 e a adoção de novas medidas para a melhoria contínua dos processos e a ampliação do acesso à saúde pela população”.

O médico e gestor ressaltou, ainda, a responsabilidade de apresentar o trabalho desenvolvido por cerca de 10 mil profissionais, além dos voluntários, que dedicam parte de suas vidas no desafio de levar saúde de qualidade à população do DF com compromisso, seriedade e competência. Juracy reforçou a importância do fortalecimento da relação de cooperação entre o IgesDF e a Secretaria de Saúde (SES).

O coordenador de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Edivan da Silva, informou que o IgesDF nunca deixou de prestar contas mensais à SES e que essas prestações de contas são avaliadas por 415 indicadores, responsáveis pela mensuração por parte da SES quanto às metas estabelecidas pelo contrato de gestão. Gestores do IgesDF apresentaram indicadores e metas em assistência, transparência e compliance.

“Esse é um momento ímpar para a Secretaria de Saúde e para o Instituto de Gestão Estratégica. É a primeira vez que o Instituto de Gestão Estratégica vem à Câmara Legislativa para dizer o que está fazendo, o que fez e o que fará”, afirmou a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio. Ela informou que a SES aprovará o plano de trabalho de 2023 para que se tenham metas a cumprir de forma clara e efetiva. “Agora é como se estivéssemos entrando em um novo tempo, um tempo de prestar contas do ano de 2022, de alinharmos a prestação de contas da Secretaria de Saúde com o IgesDF, em completa transparência e sintonia sobre o que a população precisa e o que estamos verdadeiramente entregando”.

O presidente do IgesDF disse que o instituto priorizará mais transparência, informatização, fomento à temática da saúde baseada em valor, implementação da governança clínica, fortalecimento do ensino e pesquisa e a promoção de mais controle para os gestores.

A presidente da Comissão, Paula Belmonte, propôs que os questionamentos – realizados normalmente logo após a apresentação dos relatórios – sejam realizados em outro momento, na próxima terça-feira (6), às 10h, na sala da comissão.

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES