Terça-feira, Julho 23, 2024
InícioBRASILOportunidade: Ministros da Alemanha visitam o Brasil em busca de profissionais da...

Oportunidade: Ministros da Alemanha visitam o Brasil em busca de profissionais da Enfermagem

Os ministros alemães do trabalho, Hubertus Heil, e a das Relações Exteriores, Annalena Baerbock devem vir ao Brasil em junho para contratar profissionais da Enfermagem. O motivo é a carência de mão de obra no país europeu e a reconhecida capacidade brasileira de formar profissionais nesta área – sem a mesma boa condição de absorvê-los.

Desde 2022, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) mantém um acordo de cooperação técnica com a agência alemã do trabalho para oferecer melhores condições ao profissional que deseje trabalhar naquele país. Os custos para aprender o idioma são subsidiados, há uma bolsa de € 500 (mais de R$ 2700) e os salários iniciais superam bastante os encontrados no Brasil.

De acordo com o ministro Hubertus Heil, o objetivo não é subtrair profissionais de outros países que precisem, mas absorver mão de obra que exceda a capacidade do país de origem de empregar o profissional de Enfermagem. “Faltam enfermeiros na Alemanha e por isso buscaremos no exterior”, declarou.

Carência

Falta de mão de obra qualificada se traduz em uma abundante oferta de empregos. De acordo com dados da Agência de Trabalho da Alemanha citados pela Deutsche Welle, para cada trabalhador de saúde desempregado há três ofertas de trabalho, uma clara escassez de mão de obra.

Desde 2016 vivendo na Alemanha, a enfermeira Thaiza Farias montou uma agência especializada no encaminhamento de profissionais brasileiros ao mercado do país. Ela fundou a empresa Nursewelt (Mundo da Enfermagem), uma agência dedicada a atrair mão de obra especializada para o setor de saúde da Alemanha.

“Uma enfermeira na Alemanha escolhe onde quer trabalhar. Você pode decidir onde gostaria mais de trabalhar. Quando fica desempregada, encontra outra oferta em um ou dois dias”, disse Thaiza em entrevista à Deutsche Welle.

Trabalho regularizado

O mercado de trabalho alemão é altamente regulamentado, e a imigração fora dos meios oficiais com frequência impede o exercício regular da profissão. Participantes que já tenham nível intermediário do idioma e desejem participar de processos seletivos podem apresentar currículo em alemão e certificado, com nível mínimo B1, pelo e-mail oficial da agência oficial de empregos brasil@arbeitsagentur.de

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES