Quarta-feira, Maio 8, 2024
InícioDestaquesPesquisa Instituto IPEC TV Globo aponta Ibaneis chega a 41% das intenções...

Pesquisa Instituto IPEC TV Globo aponta Ibaneis chega a 41% das intenções de voto no DF

O governador Ibaneis Rocha (MDB) cresceu nas intenções de voto ao Palácio do Buriti. De acordo com a pesquisa Ipec, encomendada pela TV Globo divulgada nesta terça-feira (30/8), o chefe do executivo avança rumo à reeleição ao Governo do Distrito Federal (GDF), passando de tinha 38% no último levantamento, para 41%.

A senadora Leila do Vôlei que tinha 8% avançou para 9%. Está empata com Paulo Octávio (PSD), que permaneceu estagnado com 9%. Já o candidato do PT, Leandro Grass, que tinha com 4%, avançou para 7% das intenções de voto.

A pesquisa ouviu 1,2 mil pessoas entre os dias 27 e 29 de agosto. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR- 00009/2022.

 

Veja o resultado da nova pesquisa estimulada (resposta estimulada e única, em %):

  • Ibaneis Rocha (MDB): 41% (38% na pesquisa anterior, em 15 de agosto)
  • Leila do Vôlei (PSD): 9% (8% na pesquisa anterior)
  • Paulo Octávio (PSD): 9% (9% na pesquisa anterior)
  • Leandro Grass (PV): 7% (4% na pesquisa anterior)
  • Izalci (PSDB): 5% (5% na pesquisa anterior)
  • Renan Arruda (PCO): 2% (não pontuou na pesquisa anterior)
  • Keka Bagno (PSOL): 1% (2% na pesquisa anterior)
  • Coronel Moreno (PTB): 1% (não pontuou na pesquisa anterior)
  • Robson da Silva (PSTU): 1% (não pontuou na pesquisa anterior)
  • Não sabe ou não respondeu: 11% (10% na pesquisa anterior)
  • Branco/nulo: 13% (19% na pesquisa anterior)

Rafael Parente (PSB), que retirou a candidatura, e Lucas Salles (DC) ficaram com menos de 1%. Teodoro da Cruz (PCB) não pontuou na pesquisa divulgada nesta terça (30).

Em 15 de agosto Rafael Parente havia ficado com 3% e Lucas Salles com 1%. Renan Arruda (PCO), Robson da Silva (PSTU) e Teodoro da Cruz (PCB) não pontuaram na primeira pesquisa.

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES