Sábado, Julho 13, 2024
InícioDestaquesVídeo: Lula declara apoio a Rosilene Corrêa, candidata ao Senado pelo DF

Vídeo: Lula declara apoio a Rosilene Corrêa, candidata ao Senado pelo DF

Por Celimar de Meneses

Líder nas pesquisas eleitorais, o ex-presidente da República e candidato ao Planalto pelo Partido do Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, gravou um vídeo endossando a candidatura de Rosilene Corrêa ao Senado Federal. Ela é postulante à única vaga na Casa Legislativa pelo DF, no pleito de 2022.

Presidente, governador e senador: veja quem são os pré-candidatos nas Eleições 2022

“Rosilene é uma mulher trabalhadora, corajosa e identificada com nossas ideias e nossos sonhos para o DF e para o Brasil”, afirma o ex-presidente na peça publicitária.

Com o início do horário gratuito de televisão, o alinhamento entre as candidaturas locais e nacionais passa a ficar mais claro para o eleitorado. Para Rosilene, que antes de ser candidata atuava como diretora no Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), o apoio de Lula é fundamental para a consolidação da candidatura.

“Meu nome não é tão conhecido – já que eu não tenho mandato e essa é minha primeira eleição – para que as pessoas compreendam que minha candidatura tem um projeto que vai para além do DF. Claro que nosso compromisso é com o DF, mas nosso projeto é para o país”, declarou a candidata.

Segundo a pesquisa Metrópoles/Ideia, a candidata ao Senado com mais intenções de votos é Flávia Arruda (PL), com 29,9% do eleitorado, seguida de Damares Alves (Republicanos), com 16%. A candidata do PT vem na terceira posição, com 5,8% das intenções. Por outro lado, 39,8% dos brasilienses afirmam que escolheriam um candidato apontado por Lula. Para Rosilene, o endosso do ex-presidente aliado ao início da propaganda de TV fará com que ela suba nas pesquisas.

“Eu não tenho dúvida, esses dois fatores que nós temos, a questão do alcance da TV, isso é inegável. Agora mesmo estou fazendo a caminhada no Taguapark e meia dúzia de pessoas me reconheceram da TV, a tendência é que o nome seja apresentado à população”, afirmou. Sobre as adversárias, Rosilene afirma que ambas representam o “mesmo projeto”, identificado nacionalmente com o presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL).

“Elas representam o que estamos vivendo: o retrocesso, o incentivo à violência, o Orçamento Secreto, a não execução de recursos de políticas de proteção à mulher. Mais que a permanência, representam o avanço desse projeto que beneficia a pobreza”, afirmou Rosilene.

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES