Quinta-feira, Maio 9, 2024
InícioBRASILTSE determina remoção de vídeo com falso "Plantão da TV Globo" e...

TSE determina remoção de vídeo com falso “Plantão da TV Globo” e fake news de que Lula estaria inelegível

A ministra Cármen Lúcia, Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou na sexta-feira (16/9) a remoção de vídeos com informações falsas, que usavam trechos de 2018 do “Plantão da TV Globo”, para afirmar que o candidato Luiz Inácio Lula da Silva estaria inelegível nestas eleições de 2022.

A Coligação Brasil da Esperança, da candidatura Lula-Alckmin, entrou com uma representação no TSE apontando que o youtuber Valmir Gomes, “o barba ruiva”, divulgou um falso vídeo em formato de live, no início do mês, afirmando conter “revelações bombásticas” com a legenda: “Urgente: Lula fora das eleições – Juiz Oscar Anibal Chiappano traz ao vivo a pior notícia para PT hoje”.

Na mesma data, outro perfil publicou, em sua rede social Facebook, trecho do vídeo do “Plantão da TV Globo” em que a apresentadora Renata Lo Prete divulga notícia de rejeição do registro de candidatura de Lula. No entanto, esta notícia se refere a 2018.

A ministra Cármen Lúcia também determinou que o YouTube e o Facebook identifiquem o responsável pelo canal “Valdir Gomes, o barba ruiva”, no YouTube. “É inegável que a publicação de vídeo com notícia pretensamente urgente quanto a decisão judicial proferida por este Tribunal Superior que tornaria o candidato Lula inelegível para o próximo pleito apresenta descontextualização grave, transmitindo mensagem mentirosa à sociedade, por se tratar, como visto, de notícia originariamente divulgada pela imprensa brasileira há quatro anos, referente ao pleito passado”, escreveu a ministra, em sua decisão.

“O vídeo traz grave descontextualização, que inclusive já foi comprovada por agências de checagem”, afirmam os advogados da Coligação Brasil da Esperança, Angelo Ferraro e Cristiano Zanin Martins, na representação.

A Coligação Brasil da Esperança é formada pelos partidos PT, PV, PCdob, PSOL, REDE, PSB, Solidariedade, Avante, Agir e Pros.

 


Política Distrital nas redes sociais? Curta e Siga em:

YouTube | Instagram | Facebook | Twitter

VEJA TAMBÉM
- Advertisment -

RECENTES